25 outubro 2009

Palavra de mãe, não é ordem de mãe, pois não?!

No espaço de uma semana, a mãe disse-me duas vezes que acha que devo arranjar um namorado. Que se me apaixonar, conseguirei tomar decisões mais ponderadas e, acima de tudo, mais decididas. Que a minha vontade de levar a minha vida para a frente será uma melhor vontade. Que de certeza que irei passar a comer melhor e que tudo me irá ajudar a superar a disfunção alimentar e o descontrolo hormonal, provocado pela alteração do meu sistema nervoso, que passará a estar mais calmo e tranquilo.
Que só o facto de andar mais feliz, de adormecer e acordar com alguém no pensamento, só o facto da paixão me colocar um sorriso nos lábios e me fazer sentir bem, tudo junto me fará sentir melhor comigo e com a minha vida.
Até a minha mãe! Será que ando assim tão rabugenta e ainda não me apercebi disso??

2 comentários:

Pips disse...

Palavra de Mãe não é ordem mas é sábia.
E tudo o que a Mãe disse é muito certo e eu assino por baixo. Não porque andas rabugenta, mas porque não há nada melhor do que estar apaixonada!! :)
Não precisas de arranjar namorado.. precisas deixar-te apaixonar... e eu sei que já faltou muito mais...

tia a. disse...

Eu não sou mãe, mas sou tia. E acho que apaixonares-te por alguém não é a solução. Acho que está na hora de te apaixonares mesmo por ti. Mas nada de paixão assolapada, daquelas entre o orgulho e a vaidade. Uma paixão tranquila, uma paixão intensa e segura, para durar uma vida toda. Com essa, tudo encontra o seu equilibrio. E quando chegar a outra não dependerás dela para teres uma vida melhor. Será apenas o tempero que dá um toque especial a um prato já de si muito bom. beijos!