30 maio 2011

Lembrete



Não esquecer de regar as plantas

24 maio 2011

Senhor dessas terras altas, ajudai-me!



Por favor, ensinai-me a estar, ou melhor, concedei-me o poder de estar em dois lados ao mesmo tempo. É a minha maior precisão neste momento.

A demanda da casa ideal

A minha mãe e o meu pai que não incorram no erro de ler isto. Mas, a verdade é que agora que tenho toda a minha casinha mobilada, decorada, arrumadinha, cheirosinha e com tudinho no seu devido lugar, bem ao jeito daquilo que eu sonhei, idealizei e executei... agora, ando com uma vontade tremenda de mudar de casa. Tipo arrendar a minha e ir para outra. É que ando aqui com umas ideias lindas a fermentar, que só funcionam noutro espaço... maior, com terraço e, assim, debaixo de um tecto daqueles muito altos, com vigas em bruto e portas e janelas altas. É isso mesmo! Anda apetecer-me uma casa daquelas recuperadas, daquelas que ficam maravilhosas sem perderem o traço antigo. É isto.

20 maio 2011

Coisas do amor



À minha volta a opinião divide-se entre "é amor" e "só pode ser amor". Eu gosto! Acho lindo o amor das pessoas, sem preconceito e vergonha de o assumirem.

18 maio 2011

Unha de gel de borla, é isso?



Anda meia blogosfera a escrever odes às unhas de gel, ao gelinho e afins. Elas são unhacas vermelhas, rosa fuscia, salmão, sem cor, para depois se poder pintar com verniz de cor e mudar a cor logo no dia a seguir. Ele é azul, verde, cor-de-laranja e até um amarelo misturado com não sei que cor, que, afinal, não fica nada de jeito. Verdade seja dita: unhaca de gel ou unhaca com gelinho é como aquela regra dos três Bês... Bom, Bonito e Barato, já que evita as idas semanais à manicura. As unhas estão sempre lindas e luzidias, como se acabadinhas de pintar.

Tá de chuva



E a Blanco carregadinha de biquinis. Daqueles giros de doer...

17 maio 2011

Ao meu amor

" O amor não se apaga, não se esgota, na música do tempo porque se quer, porque se tem, porque se é tamanha força e ilusão de nascer e voltar a nascer, de criar e voltar a criar, esperanças, dúvidas e certezas, de que é nosso o Mundo, que o Sol e a lua e a luz são partes de nós próprios num todo indivisível de que nós somos o fogo da lareira, o fogo da paixão, o fogo da vida. Que sem calor e chama ardente não é vida, nem música para sonhar, mas sombras, sombras do passado, sombras de medo, sombras de desilusão, de não conseguir o ideal, a tentativa da perfeição. Afinal tudo é apenas, não mais do que conquistar a noção da beleza, da bondade, da generosidade, não mais do que sermos nós próprios em conjugação, em uníssono, num viver a dois que se prolonga no espaço e no tempo aos olhos de quem não tem, ou não quis, ou não soube ser a semente, a força dum ideal, duma presença, duma chama, que arde e se vê ou não se vê, num lugar para além do coração, talvez mesmo no fundo da alma e da própria vida..." aqui

13 maio 2011

Estas coisas não me acontecem!



Isto só a mim. Liguei para um número de telemóvel, com vista a falar com uma pessoa. Atende-me uma mulher que me garante não ser a pessoa com quem eu queria falar. De facto não era... a pessoa com quem eu queria falar tem sotaque e aquela pessoa não. Mas, do outro lado, a mulher insiste que conhece a minha voz e depois de questionada diz que se chama Patrícia. Eu... não conheço...e ela continua "eu conheço a sua voz, eu conheço a sua voz"... eu, sem dizer o meu nome, digo-lhe de onde estou a ligar. Aí a gaja, tufas, desliga-me o telefone na cara. Eu, ai é??? então agora vou descobrir quem és!... e descobri... descobri que a senhora vende os seus serviços e que são bem diferentes daquilo que eu pretendia quando liguei para aquele número. Ainda por cima, a gaja ganha dinheiro por cada chamada feita praquele número.

11 maio 2011

Pessoas, preciso de ajuda



É certo e sabido que não se deve escolher uma vestimenta branca para levar a um casamento. Diz que é para não ofuscar a noiva. Mas, já agora, quando o assunto é um casório de homem com homem, a regra não se aplica, pois não?!!!!

Preciso dizer isto



Tenho taaaaanto sono!