25 maio 2010

Ao cuidado das Alminhas Comichosas

Ssoas, é assim:
Tenho chão para aspirar, pó para limpar, wc para lavar, roupa para lavar, estender, apanhar e passar a ferro, mais outra roupa que anda ali desde a semana passada, para passar (pois é, tenho muita, posso dar-me a esse luxo... ah, já agora aproveito para vos dizer que este fim-de-semana comprei umas (mais umas) sabrinas e umas (mais umas) sandálias. Continuando: tenho espelhos para pendurar e um papel de parede lindérrimos para colar numa das paredes da minha sala (mas isso eu e a minha Tia A (uma verdadeira amiga!), fazemos. Não vos vou dar o luxo de virem conhecer o verdadeiro Reino da Alegria). Tenho um closet (gostavam, não gostavam?!) para arrumar, é que isto do S. Pedro não se decidir em relação ao tempo, tem muito que se lhe diga... principalmente às pessoas que, como eu, têm muita roupa, muitos sapatos e muitas malas (o suficiente para encher um T2 onde mora SÓ UMA pessoa, eu!... não é que, uma vez ou outra, não venha cá alguém pernoitar... vá, já têm aqui informação, abusem dela!). Tenho também ali um caixote cheio de livros (que alguém do passado - que se fez presente-, fez questão de mo vir trazer - bendito dia), livros esses que precisam de ser arrumados na estante da sala. Mas, atenção: eu sou muito esquisita e os meus livros são arrumados por ordem alfabética.

Tenho também contas para pagar, uma delas em atraso. Sim, percebi hoje, ao chegar À MINHA casa, que me esqueci de pagar a TV Cabo no mês passado. Tenho também um carro (ainda é o mesmo, mas em breve vai deixar de ser) a precisar de ser aspirado e lavado, com direito a cera e secagem, ou secagem e cera. É que não estou habituada a estas coisas, portanto não sei a ordem. Tenho também a manutenção das unhas de gel para fazer. Estava a espera de receber, mas se quiserem adiantar....

Uma coisa deveras importante: o Mini Preço ao pé da minha casa, costuma ser frequentado por senhoras velhinhas, algumas delas em estado debilitado, que me dão vontade de chorar só de olhar para elas. Sabem o que eu costumo fazer? Pois bem, desce sobre mim a luz da caridade e toca de ajudar as senhoras. Levo-lhes as compras para a caixa, ensaco as compras delas e, por vezes, chego a ir a casa delas, levar-lhes os sacos, por estes estarem demasiado pesados.

Pois então, caríssimas almas, já repararam como há coisas bem mais interessantes para fazer, do que andar aqui NO MEU BLOG a chafurdar A MINHA, E SÓ MINHA VIDA, a ler aquilo que eu escrevo e, pior do que tudo, a fazerem más interpretações daquilo que lêem?! É que os telefonemas que fazem a terceiros, depois de passarem por aqui, são demasiado obvios, e não se desculpam com meros convites para jantar... até porque as pessoas têm vida e já têm um sítio para ir jantar... Aaahhhh e agora?! Pois é, por esta não esperavam, ne?!?!
Há pessoas que têm vida, vida boa e boa vida. E têm estas três coisas, porque fazem por isso e porque merecem ter isso. Há pessoas que conseguem ultrapassar as barreiras com a cabeça erguida. Há pessoas felizes e de bem com a vida. Porque, acima de tudo, são pessoas bem resolvidas. Há pessoas que têm vida e uma vida tão boa e tão preenchida, que mesmo até nos dias em que essa vida está mais vazia, essas pessoas são felizes. É o meu caso, alminhas!
Façam como eu, quando não tiverem nada para fazer, deitem-se a dormir! É que já me bastam as horas de sono que o trabalho me rouba, mas que mesmo assim, eu deixo roubar, sem problema nenhum. É que de todas as vezes que me queixo do meu trabalho, queixo-me de peito cheio. É que até nisto eu tive sorte, alminhas. Até um trabalho que me preenche e me realiza eu consegui ter!

E agora, para vos provar, mais uma vez (embora saiba que não tenho nada para vos provar), que não sou igual a vocês, alminhas, mando-vos para as Maldivas, para Paris, para Londes, para a Jamaica, para os Açores, para a Madeira... e até vos mando para o Algarve, para o Porto... e para Coimbra. Mando-vos para estes e todos os outros sítios onde eu já tive o privilégio de estar. Quando na verdade, se calhar, deveria era descer em mim a luz da brejeirice e mandar-vos à merda. Mas se assim fosse, estaria a ser como vocês. E eu sou melhor... muito melhor!

Como diz uma grande amiga minha: se não me acompanham, não me atrasem. E agora, voltem para a vossa vidinha, que deve ser infeliz. Caso contrário não ocupavam o vosso tempo a fazer más interpretações da vida dos outros.
É sempre um prazer ter os vossos olhos postos no Reino. Mas, sinceramente, preferia não vos ter por cá. É que eu leio blogs (de pessoas que conheço e de pessoas que não conheço), mas não vou aos blogs dessas pessoas, com o intuito de saber da vida delas... muito menos fico em altas quando leio coisas escritas acerca da vida de terceiros.

Um beijinho do fundo do coração,
a vossa princesa M.

3 comentários:

vanita disse...

E a quem fala assim, tira-se o chapéu ;)

Suspiro do Norte disse...

Isso mesmo..

Mas vou-te confessar.. tou roídinha de inveja desse teu closet!!! Inveja pura e dura...

Gosto muito de papel parede, há uns girissimos na Net. E também gosto muito de vinil.. Se a imagem for bem escolhida fica lindo numa cozinha..

Pips disse...

Tuuuuufas! E não bufas!