09 junho 2009

Apetece-me


Beber caipirinhas, deitada ao sol.
Ao mesmo tempo, apetece-me pensar no tempo.
Tento imaginar. Adivinhar.
Quero saber onde o andar dos ponteiros do relógio me irá levar.
Morro de ansiedade.
E então imagino...
Consigo imaginar-me longe, bem longe.
Tão longe daqui... num futuro próximo.

1 comentário:

Pips disse...

A mim não me apetece pensar nem imaginar. A ansiedade toma conta de mim e quando der conta estou a bolsar as caipirinhas...e isso é que não pode ser! Já sei...eu faço-te companhia e fico-me pela parte de beber as caipirinhas deitada ao sol. Pensamento congelado. Vale?